Buscar
  • Carol Cruz

Se olhe, se conheça, sinta-se!

Seguir padrões, se prender a jargões e coisas desatualizadas ou que não nos cabe, por acreditar que é real sem ao menos refletir se faz sentido dentro do que acreditamos e somos. Saber separar o que é do outro e o que é nosso. Se conhecer ao ponto de não engolir, mas entender e aceitar nossas diferenças.

Nos amar como somos e aceitar nossa unicidade. Parece que estou falando o óbvio, mas não. Recebo/atendo diversas pessoas que sofrem em querer se encaixar onde não cabem, e a preocupação/aflição é tanta que não conseguem se sentir, se olhar e aceitar, perceber quem realmente são e o que de fato faz sentido para a vida delas.

Então pare, olhe pra você. Se olhe no espelho, converse consigo mesmo e se escute. Ouça as batidas do seu coração, sua respiração, sinta seu corpo, ele fala e te dirá o que de fato é seu e o que te faz sentir-se em paz e realizado (a).

(PsiCarolCruz)

0 visualização